X
 
 
Primeiro  Pit Stop solidário da Garagem

Aconteceu nos dias 09 e 10 de Maio o primeiro Pit Stop solidário da Garagem, promovido pela diretoria das Obras Sociais Garagem da Oração, a qual mobilizou todos os jovens garageiros e parceiros numa grande ação voluntária na arrecadação de alimentos.

A customizada Kombi da Garagem foi um grande atrativo nesta campanha. Estacionada no pátio do Supermercado Bernardão na cidade de Patrocínio/MG, ponto escolhido para a arrecadação,  o veículo foi utilizado na coleta dos itens não perecíveis . 

O primeiro Pit Stop solidário teve dois objetivos, o primeiro o de estimular a educação para a solidariedade e amor ao próximo, visando assim à construção de uma sociedade mais humana, participativa e solidária para que as desigualdades sociais e os sofrimentos sejam diminuídos. Em tempos de pandemia em que muitas pessoas estão permanecendo em isolamento social e outras com dificuldades em arrumar empregos, viu-se a necessidade de colocar os motores para funcionar e trabalhar em prol daqueles que mais necessitam de amparo e assistência.  O segundo objetivo da campanha foi o de conscientizar as pessoas da necessidade do uso de máscaras de proteção. Assim sendo, a cada doação realizada as pessoas receberam uma máscara de prevenção contra o COVD-19. 

Foram arrecadados cerca de 2 toneladas de alimentos não perecíveis e vários materiais de higiene pessoal. Todas as doações serão destinadas às famílias carentes cadastradas por entidades parceiras da campanha.  

Para o diretor espiritual do projeto e presidente das Obras Sociais da Garagem da Oração, Padre Artur Oliveira, a campanha foi um sucesso: “Nós recolhemos quase duas toneladas, o que eu considero um êxito total. A Garagem da Oração não vai estacionar na fé, nem na  evangelização e nem na solidariedade, pois estaremos juntos mais vezes” disse.

"Os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos? Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?’. Responderá o Rei: ‘Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isso a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.’\" (Mateus, 25, 37-40)

Por: Luiz Henrique Rosa

 
 
Indique a um amigo
 
 
Conteúdo Relacionadas
 
Contato